sábado, 3 de dezembro de 2016

O Natal é a época especial em que os cristãos refletem sobre o nascimento de Jesus. Por isso, aproveitamos a data para pedir que Cristo ilumine o seu caminho, mostrando que há um sentido real para celebrar o amor de Deus ao enviar o Seu Filho unigênito para nos salvar!
Esse é o desejo da Igreja Adventista do Sétimo Dia para você e sua família.
 http://www.adventistas.org/pt/datas-especiais/natal//

domingo, 23 de outubro de 2016

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Afastei-me de Deus e agora! - Mensagens de Esperança de 09 à 15 de Outubro

















Muitos conheceram a palavra de Deus, conheceram
Sua maravilhosa Graça em Jesus Cristo e experimentaram
a alegria de viver a esperança da salvação. Fizeram uma entrega
total e incondicional ao Salvador Jesus Cristo,
mas hoje estão afastados de Deus e de Sua Igreja.
Se você é um desses, volte para Deus.
O mundo nos faz muitos convites e nos promete
uma paz fundamentada em prazeres, dinheiro e poder,
coisas efêmeras que não duram uma vida.
Viver longe de Deus é perigoso, por isso, olhe para
o lugar de onde saiu, tome uma atitude e volte para Jesus.
Veja o que Ele diz: “Eu sou o Pão da vida; aquele que vem a mim
não terá fome; e quem crê em mim nunca terá sede. Tudo o que
o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim
de maneira nenhuma o lançarei fora”. João 6:35 a 37.






segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Mensagens de Esperança de 09 à 15 de Outubro

Vale a pena voltar, e voltar não é tão difícil quanto parece.
Deus deseja fazer parte da sua vida outra vez.




















09 à 15 de Outubro - Av, Porto Velho, 5085 - Centro - Rolim de Moura




Conheça histórias de quem já tomou essa decisão!

Uma mãe ficou sabendo que sua
filha estava grávida com apenas
16 anos. O que fazer nessas circunstâncias?
Ela fechou os olhos e imaginou
o “escândalo” que isso significaria
para a família. Imaginou os
sonhos da filha em cacos. Imaginou
também o futuro de uma criança
sem pai. Ela jamais conhecera o pai.
Aquilo tinha deixado na sua alma
um vazio de doer. Assustada, viu
repetir-se a história e não suportou.
Num momento de raiva e desespero,
obrigou a filha a fazer um aborto.
Tudo parecia resolvido, quando,
repentinamente, o fantasma da
culpa começou a atormentá-la de
dia e de noite. Algoz implacável,
esse fantasma a perseguiu em noites
de pesadelo, enquanto ela fugia
com as mãos ensanguentadas, atormentada
pelo grito de uma criança
sem rosto que gritava: “Vozinha,
não me mate, por favor”.
Ela escreveu desejando a morte.
Considerava-se perdida. A lógica
humana a condenava. Por isso,
achava que a única saída para ela era a morte.
Eu não posso justificar o que
você fez levada pelo desespero.
Pecado é pecado, justamente por
isso. Ele o faz crer que é a solução,
mas o afunda na areia movediça
dos seus tormentos interiores. Não
quero hoje falar para você aquilo
que fez ou deixou de fazer. Não
quero dizer que quando a vida aparece
no ventre de uma mulher, não
é por causa do erro dos humanos,
mas por vontade de Deus, e, se Ele
permitiu, é porque, mesmo você
não entendendo, Deus tem um
plano maravilhoso para essa vida.
O que quero dizer-lhe é aquilo
que o próprio Senhor Jesus Cristo
afirmou um dia: “Todo pecado
será perdoado ao ser humano”.
1 João 1:9 diz: “Se confessarmos
os nossos pecados, Ele é fiel para
nos perdoar os pecados e nos purificar
de toda injustiça”. Todos, você
entende? Não existe outra palavra
para expressar o conceito de amplidão.
TODOS. Não há nada além
do todos. Todos é tudo. Adultério,
assassinato, prostituição, tráfego de
drogas, assalto a mão armada, corrupção,
o que você quiser. Tudo.
O Senhor Jesus já pagou o preço
da sua culpa. O amor se manifesta,
sem negar a justiça, no ato sacrificial
de Jesus. Deus Pai “nos regenerou
para uma viva esperança,
mediante a ressurreição de Jesus
Cristo dentre os mortos” nos resgatando
“pelo precioso sangue... o
sangue de Cristo” (1 Pedro 1:3,18
e 19). Você merece o pior pelo que
fez, mas Jesus assumiu a sua culpa
e pagou o preço do seu perdão com
a vida dEle. Você só pode aceitar
ou rejeitar. Aceitar, porque o perdão
não pode ser oferecido a ninguém
pela força, ou rejeitar, porque
você foi criado livre, inclusive para dizer não.
Vá a Jesus e confie nEle. Ah, é
que você não se perdoa? Bem, o
que vai definir sua salvação ou perdição
não é o seu perdão, mas o
perdão divino. E Deus já perdoou
você. Hoje, você pode receber dEle
uma página em branco para escrever
uma nova história. Pode ir para
a cama com paz no seu coração.
Pode renascer das cinzas da culpa e
voar para o azul infinito do perdão
divino. Este é “o caminho de volta”,
a graça maravilhosa do perdão.

http://www.adventistas.org/pt/reencontro/






sábado, 20 de agosto de 2016

Acompanhe pela Pagina no Facebook Adventistasrolimdemoura

Acompanhe pela Pagina no Facebook Adventistasrolimdemoura as ultimas atualizações dos eventos de Rolim de  Moura